Kit Turbo, acessórios complementares.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Kit Turbo, acessórios complementares.

Mensagem por cadeira em Qui 04 Out 2007, 9:19 pm

Quais acessórios eu posso utilizar para complementar o meu Kit Turbo?
Intercooler
Outro problema que pode limitar a eficiência do turbo é a temperatura gerada pela pressão, devido ao comportamento dos gases nesta condição. O ar comprimido pela turbina, como qualquer outro fluído gasoso, tem sua temperatura elevada.
Este efeito gera uma expansão dos gases que torna o ar admitido rarefeito em oxigênio, prejudicando a eficiência do motor. Para corrigir a irregularidade, um trocador de calor ar-ar, conhecido como intercooler, é instalado após o turbo, com o objetivo de reduzir a temperatura do ar de admissão para garantir o rendimento adequado ao motor.
Válvula Wastegate
Porém este princípio de funcionamento do turbo, também pode ser um causador de problemas para o motor. Como a fonte de energia cinética são os gases de escape, quanto maior a pressão dos gases, maior é a pressão da linha de admissão. Assim, quanto maior a pressão de sobrealimentação obtém-se mais compressão e, com esta, mais potência que, por sua vez , produz mais rotações mais rotações e mais gases de escape, mais rotação no turbo e, mais pressão de admissão ...gerando um círculo vicioso perigoso, que leva o motor a trabalhar dentro dos seus regimes críticos de rotação e temperatura. O próprio turbo, conforme a dinâmica dos gases de escape, pode atingir rotações de trabalho superiores a 120.000 rpm. Para controlar e limitar a pressão do ar de admissão, existe uma válvula reguladora chamada wastegate que trabalha em sistemas mecânicos, monitorando a linha de admissão do coletor, com o objetivo de abrir um by pass (desvio paralelo) para os gases de escape, derivando-os da passagem pela turbina quente.
Nos motores mais modernos, essa válvula é controlada através do próprio sistema de gerenciamento eletrônico, que monitora a pressão do ar de admissão através do sensor da massa de ar (G70). Basicamente, a estratégia consiste em informar a unidade de comando do sistema de gerenciamento que a pressão de admissão está se aproximando do limite estabelecido pela calibragem. Com esta informação, a unidade de comando alimenta a válvula eletropneumática (N75) que liberará a pressão elevada de admissão para atuar na válvula wastegate, abrindo o respectivo by pass.

A expansibilidade dos gases

Este fenômeno é caracterizado pelo comportamento dos gases ao exercerem pressão sobre o recipiente que os contêm. Isto ocorre porque os gases tendem a ocupar um volume sempre maior do que o oferecido. Tal propriedade, chamada de expansibilidade, produz alguns resultados comuns com os quais convivemos em nosso dia-a-dia na oficina. Ao medirmos a compressão dos cilindros de um motor, por exemplo, colocamos em prática o fenômeno da expansibilidade dos gases. Observe: o deslocamento volumétrico do ar através do tempo de admissão, faz com que uma determinada massa de ar ocupe o interior deste cilindro, de forma expandida. Ao realizar a compressão, o pistão, através do seu movimento ascendente, com as valvulas de admissão e escape fechadas, causa uma diminuição do volume ocupado (Taxa de compressão), fazendo com que a massa de ar admitida seja comprimida, produzindo uma força elástica chamada pressão.

Esta força elástica é resultado da compressibilidade e da expansibilidade dos gases. Assim, podemos dizer que se a temperatura varia, o volume do gás e a pressão variam ao mesmo tempo. Se o recipiente que contém o gás é mantido, ou seja, o volume continua o mesmo, mas a temperatura é alterada, a pressão é que vai se alterar, de acordo com a dilatação gasosa. Este é o princípio básico que rege o desenvolvimento de toda e qualquer troca gasosa no motor. A essa propriedade dos gases, chamamos expansibilidade. Este tipo de força é chamada de pressão e resulta da própria compressibilidade dos gases.
Esta característica faz com que o ar de admissão do motor, desde o processo de filtragem até ser introduzido nos cilindros , seja deslocado por pura diferença de pressão entre seus ambientes de circulação. Vale ressaltar que até no próprio tempo de admissão de um motor aspirado, encontramos uma resistência mecânica, proveniente da aspiração natural realizada pelo movimento descendente do pistão. Desta forma, aproveitar o pequeno tempo de admissão de 10 milésimos de segundo a 3.000 rpm de um motor de 4 cilindros, está entre as necessidades básicas para a obtenção de rendimento. A turbo-alimentação elimina a resistência ao deslocamento descendente do pistão durante o tempo de admissão e, ainda, proporciona uma sobrealimentação do motor, colaborando para a eficiência.
avatar
cadeira
Os PiKaS

Mensagens : 97
Data de inscrição : 02/10/2007
Idade : 32
Localização : JPA_TQR

Ver perfil do usuário http://ospikas.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kit Turbo, acessórios complementares.

Mensagem por Luiz_DUB em Sab 06 Out 2007, 2:09 am

Maneiro, o que eu entendo de elétrica eu não entendo xongas de turbo e mecânica huihaiuaiua, so mecânica leve q eu entendo.

Boa cadeira !!!!!!!!!
avatar
Luiz_DUB
CDU - RJ

Mensagens : 48
Data de inscrição : 02/10/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum